Novidades do PHP 7.1

Resumo:
Introdução

O PHP 7.1 já está em fase ALPHA, mas já temos algumas novidades que podemos estudar antes do lançamento da versão estável. Seguem as principais novidades do PHP 7.1 (e caso sejam apresentadas novos recursos, vou atualizando este artigo):

Caches de Aplicação

Resumo:
Introdução

É muito comum (e útil) aplicações complexas armazenarem algumas informações em cache para diversas finalidades. A mais importante é o rápido acesso a uma informação que tem um custo relativamente alto para ser obtido, seja pelo tempo gasto, consumo de recursos computacionais para se realizar a consulta ou pela quantidade de vezes que se acessa a mesma informação.

Neste artigo, vou mostrar o conceito básico para se montar uma estratégia de cache e algumas exemplos de utilização.

Cuidados ao criar um script de Cron

Resumo:
Introdução

Em 2010, escrevi o artigo Tarefas agendadas via Cron + PHP, que ensinava o básico sobre como montar um script de cron e configurá-lo para que fosse executado com certa periodicidade automaticamente. Hoje, quase 6 anos depois, revolvi escrever mais um artigo sobre o assunto, mas desta vez para compartilhar algumas lições valiosíssimas que devem ser levadas em conta ao se preparar um script de cron.

Observação: as dicas apresentadas neste artigo também valem para a construção de serviços (daemons) em PHP.

Novidades do PHP 7

Resumo:
Introdução

No final de 2015 foi lançado finalmente o PHP 7.0.0, que estabeleceu uma nova "era" para o PHP e deixou as versões 5.X no passado. As versões 5.X (que começaram em 2004) tiveram uma grande importância na história do PHP, embora alguns tropeços também.

O que algumas pessoas podem se perguntar é por que a versão 5.X saltou para 7.X sem passar pela 6.X? Acontece que no passado houve a implementação do que seria o PHP 6. O projeto iniciou em 2005, mas acabou sendo "abandonado" em 2010. Chegaram até a lançar algumas versões alpha ou beta que cheguei a testar, mas a versão final nunca foi lançada por conta da complexidade que agregou ao núcleo do PHP. A feature que gerou toda a confusão foi o suporte nativo a Unicode. Porém, mesmo abandonando a versão 6, os desenvolvedores da linguagem optaram por lançar algumas das outras features previstas nas versões 5.3.X em diante mesmo. Com isso, vimos as versões 5.X terem uma enorme mudança desde o lançamento da versão 5.0.0 até as versões 5.6.X atuais. Afinal, foram mais de uma década desta versão.

Enfim, como o PHP 6 chegou a ser arquitetado e divulgado com um conjunto de features específicas e até artigos e livros sobre o assunto foram publicados (antes mesmo da versão final ser lançada), optaram por saltar esse número na contagem de versões do PHP para evitar confusões. Para mais detalhes sobre isso, você pode ler o RFC sobre o próximo nome do PHP.

Bem, mas estamos aqui para falar de PHP 7. Estou um pouco enferrujado para escrever artigos, mas vamos ver se esse ano volto ao ritmo.

Minificação de arquivos para Web

Resumo:
Introdução
compressão de arquivos

O ambiente web é repleto de requisições e respostas HTTP contendo arquivos HTML, JS, CSS, imagens, etc. Dependendo da arquitetura da aplicação, cada página pode requerer muitos arquivos de estilos, script ou imagens auxiliares, que acabam consumindo tempo para serem baixados e processados pelo navegador. Portanto, é útil aplicar algumas técnicas para minimizar o tamanho destes arquivos, afinal, arquivos menores podem ser trafegados mais rapidamente. Uma página rápida é sempre bem vista pelos buscadores, como o Google, pois impacta diretamente numa melhor experiência do usuário.

Neste artigo, veremos algumas dicas de como minimizar o tamanho de alguns tipos de arquivos, para tornar as páginas mais rápidas de serem carregadas e, consequentemente, ter maior relevância para buscadores. Os assuntos estão divididos em:

Executando código PHP local em máquina remota

Resumo:
Introdução

No artigo PHP em modo interativo vimos como executar o PHP de forma interativa, ou seja, abrir um "terminal de PHP" e executar comandos sob demanda. Neste artigo, vamos ver como tirar proveito deste recurso de forma que se possa executar um código PHP de sua máquina local em uma máquina remota.

Expressões Regulares em PHP

Resumo:
Introdução

Expressões regulares são expressões que permitem especificar um padrão de string, ou seja, como os caracteres de uma string ficam dispostos em sequência. Com este padrão, é possível realizar checagens para saber se uma string segue determinado padrão, capturar pedaços da string com base no padrão, ou ainda substituir pedaços de uma string por outra sequência de caracteres.

As expressões regulares são um recurso extremamente útil não apenas para PHP, mas para várias outras linguagens, inclusive JavaScript. Porém, como possui uma sintaxe própria, nem todos programadores PHP tem familiaridade em montar ou entender expressões regulares. Neste artigo veremos um compilado de informações úteis para se aprender a usar expressões regulares em PHP.

Link prefetching

Resumo:
Introdução
Performance

Link prefetching (ou pré-carregamento de links) é um recurso oferecido por navegadores para que sites possam especificar arquivos que devem ser pré-carregados, de forma que estejam prontamente disponíveis quando solicitados, melhorando a performance e consequentemente a usabilidade do site.

Até o momento, apenas os navegadores baseados na engine Gecko (como é o caso do Firefox) implementam o link prefetching, embora a especificação está sendo proposta como recomendação da W3C.

Neste artigo, veremos como o recurso funciona e como tirar proveito para otimização de sites.

Criação de campos de Status

Resumo:
Introdução

Campos de "status" são campos que guardam a situação de determinada entidade em determinado contexto. Eles são muito comuns em modelagens de bancos de dados e estruturas de dados em geral para ajudar a arquitetar soluções e processos computacionais. Embora pareça algo muito simples, existem alguns problemas e observações que podem ser feitas sobre o assunto. Neste artigo vamos ver sobre elas.